Avaliação epidemiológica, clínica e histopatológica da erupção papular prurítica em paciente com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Resumo: A erupção papular prurítica (EPP) é uma manifestação cutânea comum, que apresenta maior prevalência em países subdesenvolvidos, sendo considerada uma das três dermatoses mais frequentes em pacientes imunodeprimidos pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). Apesar deste fato e da evidência de a EPP ser uma entidade que afeta a qualidade de vida e determina comumente a estigmatização e desfiguração dos pacientes HIV positivos, poucas pesquisas foram desenvolvidas a fim de identificar a etiopatogênese da doença.
O estudo tem o objetivo de realizar a análise clínica, histopatológica de pacientes com diagnóstico de infecção pelo HIV associada à EPP, bem como estabelecer a relação desta patologia com os diferentes antiretrovirais utilizados pelos indivíduos soropositivos. Trata-se de uma coorte prospectiva, com duração prevista para 12 meses. Os pacientes serão recrutados nos serviços de Dermatologia e de Doenças Infecto-Parasitárias do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes da Universidade Federal do Espírito Santo.
Os participantes do estudo serão examinados por 2 dermatologistas, submetidos a exames laboratoriais (contagem de células CD4 e carga viral) e à biopsia da lesão mais ativa, que posteriormente será avaliada por um dermatopatologista.

Data de início: 2009-08-01
Prazo (meses): 12

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Brunela Bastos Tozzi
Coordenador Patrícia Duarte Deps
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105