Avaliação da Atividade Antifúngica de Extratos Vegetais e Antissépticos Bucais em Candida Albicans.

Nome: Roberta Carvalho Sthel Balliana
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 10/08/2012
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Mariceli Lamas de Araújo Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ana Paula Ferreira Nunes Examinador Interno
Claudia Masrouah Jamal Coorientador
Fausto Edmundo Lima Pereira Suplente Interno
Mariceli Lamas de Araújo Orientador
Sandra Lúcia Ventorin von Zeidler Suplente Externo
Tânia Regina Grão Velloso Examinador Externo

Resumo: Leveduras são fungos oportunistas responsáveis pela maior parte das infecções fúngicas nos seres humanos e Candida albicans é a espécie mais frequentemente associada a essas infecções. A candidíase oral se destaca pela alta incidência e pelo uso frequente de drogas antifúngicas, o que pode levar à ocorrência de resistência e falência no tratamento da infecção. Há uma constante necessidade de pesquisas sobre novos agentes para a profilaxia e tratamento eficaz da candidíase oral. O principal objetivo deste trabalho foi a avaliação do potencial efeito antifúngico de extratos das plantas Gossypium hirsutum L., Arctium lappa, Equisentum sp., Cecropia pachystachya Trécul. e Pogostemon heyneanus sobre células não aderidas de Candida albicans e a avaliação do efeito dos antissépticos bucais Cepacol® Cool Ice, Listerine® Cool Mint, Periogard® e Plax® Whitening sobre células não aderidas e biofilmes de Candida albicans. As metodologias utilizadas basearam-se na avaliação da susceptibilidade de isolados clínicos de C. albicans através da determinação da inibição de crescimento celular por turbidimetria e por para determinação das Concentrações Inibitórias Mínimas (CIM). Os resultados obtidos nos testes com células não aderidas revelaram-se promissores com extratos de Cecropia pachystachya Trécul., com valores de CIM entre 7,81 e 3,91 µg/mL. Os antissépticos Cepacol® e Periogard® apresentaram os menores valores de CIM, entre 0,20 e 0,10%; Plax® Whitening variou entre 1,56% e 0,39% e Listerine® apresentou valores entre 6,25% e 0,39%. As diferenças estatísticas (Kruskal-Wallis, p< 0,0001) revelaram que os antissépticos Cepacol® Cool Ice e Periogard® apresentaram os melhores resultados. Em relação a inibição de formação de biofilmes, as CIMs encontradas foram similares para os antissépticos testados, variando de 50% a 0,20%, sem diferenças estatísticas entre estes (Kruskal-Wallis, p= 0,6915).

Palavras-chave: Candida albicans; biofilme; antissépticos bucais; extratos vegetais; CIM.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105