Efeito imunomodulatório de células TCD8+ e de memória na atividade microbicida in vitro de células mononucleares infectadas por Mycobacterium tuberculosis.

Nome: Bruna Groner Pereira
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 15/04/2020

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Daniel Claudio de Oliveira Gomes Examinador Interno
Lucas Cunha Dias de Rezende Examinador Externo
Rodrigo Ribeiro Rodrigues Orientador

Resumo: A tuberculose (TB), causada pelo Mycobacterium tuberculosis (Mtb), é considerada a nona maior causa de morte no mundo. Transmitida via aerossóis, após inalação, os bacilos alojam-se nos cumes dos pulmões sendo prontamente reconhecidos por macrófagos alveolares e células dendríticas. Em inúmeros casos o Mtb é capaz de evadir o sistema imune inato, sendo iniciada a resposta adaptativa com geração de células efetoras CD4+ e CD8+ responsáveis pela formação do granuloma. Durante a TB, tem sido reportada a presença de células reguladoras (Tregs) dotadas de capacidade imunossupressora, capazes de alterar a dinâmica imunológica. Ademais, a geração de células de memória durante a TB tem sido investigada, uma vez que indivíduos já tratados são suscetíveis a uma nova infecção. Nesse sentido, é crescente o número de estudos que visam compreender o papel de células reguladoras no controle da infecção pelo Mtb e suas implicações. Para tanto, este estudo propôs avaliar a resposta in vitro de células CD8+ à cepa virulenta H37Rv em portadores da tuberculose pulmonar ativa, indivíduos sensibilizados (TST+) ou não (TST-) ao teste tuberculínico.

Em resposta à infecção, foi observada maior frequência de TCD8+ ativadas em indivíduos não sensibilizados, bem como menor proliferação de TCD8+ em portadores da doença. Observamos aumento de TCD8+ reguladoras em indivíduos sensibilizados e portadores da doença. Reportamos maior frequência de CD8+ de memória efetora em indivíduos TST-. Portadores da tuberculose pulmonar apresentaram menor frequência de células TCD8+ de memória central e maior frequência de TCD8+ de memória central com fenótipo regulador. Indivíduos sensibilizados exibiram aumento na frequência de CD8+ naïve e subpopulações FOXP3+. Os resultados aqui apresentados apontam a presença das células TCD8+ Treg em indivíduos sensibilizados e doentes que contribuem com a redução da capacidade proliferativa das células TCD8+ efetoras e consequente déficit na geração de células de memória.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105