Desenvolvimento e avaliação de novos métodos de digestão/descontaminação de escarro para cultura de micobactérias

Nome: Gérson Fontana
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 12/12/2019

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Kênia Valéria dos Santos Examinador Interno
Lucilaine Ferrazoli Examinador Externo

Resumo: O diagnóstico rápido e preciso e o tratamento adequado em pessoas com tuberculose pulmonar são os pilares primordiais para o controle dessa doença. A cultura de micobactérias é considerada padrão-ouro para o diagnóstico da tuberculose, porém, a contaminação dos meios de cultura é um dos principais problemas que interfere no isolamento de micobactérias na rotina laboratorial, prejudicando e prolongando o diagnóstico, consequentemente retardando o início do tratamento e aumentando os riscos de transmissão. Na tentativa de diminuir a contaminação nos exames de culturas, este estudo se propõe desenvolver e avaliar novos métodos diretos de digestão/descontaminação de escarro para cultura de micobactérias, utilizando diferentes descontaminantes, sendo divido em três fases. Na primeira fase, foi realizada análise da interferência dos reagentes na viabilidade de Mycobacterium tuberculosis (MTB). Na segunda fase foi realizado comparativo de métodos diretos utilizando como descontaminante o hidróxido de sódio (NaOH), a clorexidina (CHX) e o OMNIGene®. Na terceira fase, foram realizadas modificações nos métodos diretos para incluir etapas de fluidificação e de neutralização, além de avaliação de diferentes tempos de ação dos reagentes, a fim de otimizar os métodos desenvolvidos. Os resultados demonstraram que a CHX interfere menos que o NaOH na viabilidade de MTB e que um método direto de descontaminação com CHX 7% (proporção 1:10) por 15 minutos, com etapas de fluidificação da amostra e de neutralização do reagente, proporciona resultados equivalentes ao método direto padrão com NaOH 4%. Em todos os testes realizados com o reagente OMNIGene® os resultados foram similares ao método padrão com NaOH. Com este estudo, foi possível desenvolver e avaliar dois novos métodos diretos de digestão/descontaminação de escarro para semeadura em meios de cultura sólidos e isolamento de micobactérias utilizando CHX e OMNIGene®.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105