PESQUISA DE ANTICORPOS ANTI-PGL-I EM PACIENTES INFECTADOS
PELO HIV EM ÁREA ENDÊMICA PARA HANSENÍASE

Nome: Brunela Pitanga Ramos Madureira
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 26/02/2015
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Patrícia Duarte Deps Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Aloísio Falqueto Examinador Interno
David Jamil Hadad Examinador Externo
João Marcelo Azevedo de Paula Antunes Examinador Externo
Moises Palaci Examinador Interno
Norma Suely Oliveira Garcia Suplente Externo
Patrícia Duarte Deps Orientador
Rodrigo Ribeiro Rodrigues Suplente Interno

Resumo: Esse estudo investiga a infecção subclínica de Mycobacterium leprae em pacientes infectados e não infectados pelo HIV, através da dosagem de anticorpos anti-PGL-I, e avalia se existe uma possível correlação dos resultados sorológicos encontrados com o estado de imunossupressão dos pacientes infectados pelo HIV. Foi realizado um estudo transversal analítico em 350 pacientes infectados pelo HIV e em 350 pacientes não infectados pelo HIV para detecção de anticorpos IgM anti-PGL-I em
região endêmica para hanseníase. Avaliou-se uma possível correlação do estado de imunossupressão dos pacientes infectados pelo HIV (contagem de linfócitos CD4+, carga viral e uso ou não de terapia antirretroviral) com a soropositividade para PGL-I. Dentre os pacientes infectados pelo HIV, 6% (21/350) apresentaram sorologia positiva para PGL-I e dos indivíduos não infectados pelo HIV, 29,1% (102/350)
tinham PGL-I positivo. O grupo controle apresentou cerca de cinco vezes mais indivíduos com anticorpos anti-PGL-I do que o grupo infectado pelo HIV. Não houve diferença estatisticamente significativa na correlação do estado de imunossupressão do paciente com o resultado da sorologia anti-PGL-I. Houve uma menor produção de
anticorpos anti-PGL-I em indivíduos infectados pelo HIV, o que pode indicar uma baixa taxa de infecção subclínica por M. leprae, ou uma baixa produtividade específica desses anticorpos, ou ambas as hipóteses. A desregulação de linfócitos B em indivíduos infectados pelo HIV pode ser a causa da baixa produção de anticorpos anti-PGL-I. Não houve correlação do estado de imunossupressão do paciente com o resultado da sorologia anti-PGL-I.
Palavras-chave: hanseníase HIV coinfecção - infecção subclínica anti-PGL-I -Mycobacterium leprae.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900