Transmissão de cepas de Candida spp entre pacientes HIV positivos e seus contatos domiciliares.

Nome: Fabíola Assad Antunes
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/12/2011
Orientador:

Nome Papelordem decrescente
Reynaldo Dietze Orientador

Banca:

Nome Papelordem decrescente
Carlos Eduardo Pereira Corbett Examinador Externo
Mariceli Lamas de Araújo Examinador Interno
Reynaldo Dietze Orientador
Angelica Espinosa Barbosa Miranda Suplente Interno

Resumo: A transmissão domiciliar de cepas de Candida spp. é um assunto pouco discutido na literatura médica, embora a transmissão no ambiente nosocomial e entre parceiros sexuais já esteja bem estabelecida. Os sujeitos do nosso estudo foram agrupados da seguinte forma: pacientes HIV positivos com candidíase oral (Grupo 1), pacientes HIV positivos com cavidade oral colonizada por cepas de Candida spp. (Grupo 2) grupo controle, formado por doadores de sangue HIV negativos (Grupo 3), além dos seus respectivos contatos domiciliares, totalizando 343 indivíduos. Foram obtidos dados referentes à idade, sexo, sorologia para o HIV, contagem de carga viral do HIV e células CD4, tabagismo, uso de prótese dentária, ao status de parceiro sexual e outros tipos de imunossupressão para os participantes envolvidos; as cepas isoladas foram submetidas a testes fenotípicos para definição de espécie e teste de sensibilidade aos antifúngicos. Após análise multivariada, apenas a idade foi identificada como fator de risco para candidíase oral. A espécie com maior prevalência foi Candida albicans (77,98%), e os testes de sensibilidade revelaram 14,7% das cepas resistentes aos azólicos ou pertencentes à categoria DDS. O isolamento simultâneo de cepas da mesma espécie dentro de um mesmo domicílio ocorreu em 46 cepas Candida albicans, provenientes de 22 famílias, que foram submetidas ao RAPD, utilizando-se os primers M2 e RP-2. Os resultados do RAPD não mostraram correlação entre cepas de participantes residentes no mesmo domicílio, porém evidenciaram correlação entre várias cepas pertencentes a sujeitos sem proximidade geográfica.

PALAVRAS-CHAVE: Candida spp; candidíase oral; RAPD; transmissão domiciliar; colonização por Candida spp.; Candida dubliniensis

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105