Avaliação de métodos fenotípicos para determinação da susceptibilidade aos carbapenêmicos em Enterobactérias

Resumo: A resistência a antibióticos é uma ameaça global à saúde pública. Os antibióticos β-lactâmicos da classe dos carbapenêmicos são considerados alternativas terapêuticas de última escolha para o tratamento de infecções graves provocadas por Enterobactérias MDR e muitas cepas já apresentam mecanismos de resistência a essas drogas. A identificação fenotípica de Bacilos Gram Negativos (BGN) produtores de carbapenemase é um desafio para os laboratórios clínicos de microbiologia. Dentro da família Enterobacteriacea a enzima mais prevalente é a KPC. Os objetivos desta pesquisa são: Determinação do perfil de suscetibilidade de amostras clinicas de Enterobactérias, determinação da suscetibilidade aos carbapenêmicos por diferentes testes fenotípicos, detecção dos principais genes de carbapenemase e correlação entre o resultado dos testes fenotípicos de determinação da suscetibilidade aos carbapenêmicos com o gene de carbapenemase. Serão avaliadas 100 cepas de diferentes espécies de Enterobactérias provenientes do LACEN-ES com perfil de resistência aos carbapenêmicos. Os isolados bacterianos serão identificados e os testes fenotipicos de determinação da suscetibilidade aos carbapenemicos serão realizados conforme os metodos preconizados pelo CLSI (2014) e BRcast (2015). Além disso, serão realizados outros métodos descritos na literatura. A determinação dos genes de carbapenemase será pelo método de PCR-multiplex.

Data de início: 2015-05-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Mirla Borghi
Aluno Mestrado Jaqueline Pegoretti Goulart
Colaborador Ricardo Pinto Schuenck
Coordenador Ana Paula Ferreira Nunes
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900