Incidência de infecção nosocomial causada por vírus respiratórios em uma unidade de cuidado intensivo e semi-intensivo neonatal

Resumo: As infecções virais são responsáveis por grande parte dos desfechos infecciosos em unidades de terapia intensiva e semi-intensiva neonatais, mas existem poucos estudos avaliando a incidência destas infecções nestes ambientes. A incidência de infecção viral respiratória nosocomial em neonatos nunca foi estudada no Estado do Espírito Santo. O objetivo deste estudo é determinar a incidência das infecções nosocomiais causadas pelos principais vírus respiratórios (Vírus Sincicial Respiratório, Influenza, Parainfluenza e Adenovirus) e outros vírus respiratórios (Coronavirus, Rinovirus, Bocavirus e Metapneumovirus) em recém-nascidos internados em unidade de terapia intensiva e semi-intensiva neonatal, no período de 12 meses. O estudo será longitudinal, prospectivo, acompanhando todos os neonatos admitidos na unidade intensiva e semi-intensiva do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (HUCAM) no período do estudo e será realizada coleta de secreção de nasofaringe no momento da internação e semanalmente até a alta do paciente. O diagnóstico viral será realizado por meio de imunofluorescência indireta e técnica de biologia molecular (reação em cadeia da polimerase em tempo real). Além da taxa de incidência destes vírus também será avaliada a associação entre fatores de risco e infecção viral.

Data de início: 2010-11-10
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Carolina Strauss Estevez Gadelha
Aluno Mestrado Ronaldo Bragança Martins Júnior
Coordenador Rita Elizabeth Checon de Freitas Silva
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900